É Brincando Que Se Aprende

É brincando que a criança manifesta suas potencialidades e assim, através de experiências das mais variadas, vai aprendendo a viver, libertando-se de seus medos e amadurecendo de dentro para fora. O brincar relaciona-se ainda com a aprendizagem, brincar é aprender.Na brincadeira, reside à base daquilo que mais tarde, permitirá as crianças aprendizagens mais elaboradas.
O lúdico torna-se, assim, uma proposta educacional para o enfrentamento das dificuldades no processo psicomotor. No brincar, a criança constrói e recria um mundo onde o seu espaço esteja garantido. As pressões sofridas no cotidiano de uma criança são compensadas. O brincar prepara para futuras atividades de trabalho, evoca atenção e concentração, estimula a autoestima e ajuda no desenvolvimento.
O brincar é um aspecto de todo comportamento. Ele está implícito na assimilação que o indivíduo realiza em relação à realidade. Brincar, além de ajudar a descarregar o excesso de energias é agradável, dá prazer à criança e estimula o desenvolvimento intelectual.

Aqui estão algumas ideias de brincadeiras para crianças que estão aprendendo a brincar com os pais e aprendendo a se comunicar através do contato visual, das ações, sons ou palavras…

  • Pular nas almofadas

Coloque algumas almofadas no chão e ajude seu filho a pular de uma para outra dizendo: – Pula. E o ajude a pular.

Quando o seu filho conhecer bem como se brinca, fique de frente para ele e comece a brincadeira. Logo você poderá se surpreender se antes de ajudá-lo a pular ele olhe para você e sorri, emita um som, ou mesmo diga: – Pula!

 

leticia-1-300x221

  • Puxar e Balançar o Cesto de roupas

Ponha o seu filho dentro do cesto, finja que o cesto de roupas é um barco e balance pra frente e pra trás, seu filho pode inclusive gostar que você o faça “cair” do barco. Depois que ele estiver familiarizado com a brincadeira, fique de frente para ele espere logo antes de começar a balançar o barco, seu filho terá a chance de olhar para você e pedir para brincar novamente o tocando, começando a balançar o barco ou mesmo dizendo uma das palavras que ouviu você dizer muitas vezes.

leticia-2-300x178

  • Esconde-esconde nas caixas

Ponha duas ou três caixas de boca para cima e esconda algo dentro de uma delas, pode ser um brinquedo preferido ou biscoito, e depois vire-as para baixo. Logo em seguida ajude seu filho a achar o que foi escondido e então esconda de novo. Depois que ele conhecer bem a brincadeira, esconda brinquedos, fotos da família ou gravuras, logo em seguida o observe, e  dê a ele a chance de mostrar ou dizer qual caixa quer que você levanta.

leticia-3-300x217

  • Onde está o papai ou a mamãe?

Essa brincadeira ajudará seu filho a aprender que ele pode conseguir a atenção das outras pessoas falando seus nomes.

Fique com seu filho sentado com um dos pais no sofá enquanto o outro se esconde próximo ao filho (com uma almofada na frente do rosto ou atrás do sofá). O pai chama “Mãe” ou “Pai”, conforme quem tiver se escondendo. Imediatamente a pessoa escondida vai pular, correr e fazer cócegas ou abraçar a criança. O mesmo adulto deve voltar e se esconder e repetir o jogo. Assim que seu filho estiver conhecendo bem a brincadeira, espere um momento imediatamente antes de chamar o nome da pessoa. Preste atenção se o seu filho faz alguma coisa para conseguir a sua atenção ou a atenção da pessoa escondida.

leticia-4-300x181

[box title=”Autor do Post” bg_color=”#cccccc” icon=”quote-left” icon_style=”border” icon_shape=”circle” align=”left”]
Letícia Almeida Oliveira tenho 26 anos sou formada em Educação Física pela Universidade Gama Filho, Pós graduada na IBMR em Psicomotricidade  com formação em Prática psicomotora Aucouturier pelo espaço Nectár, tenho experiência com educação especial e trabalho atualmente com a psicomotricidade preventiva nas escolas.[/box]

Add your thoughts

Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On Instagram